Porque algumas pessoas odeiam o F*@!X do Inglês?

Oi voltamos com mais dicas úteis para vocês! Hoje uma muito simples, mas muito importante e que afeta várias pessoas. Cito isso porque muitos alunos que aparecem aqui na Expertise Solution – inglês intensivo, vem com a mesma reclamação ou com o mesmo sentimento: “Eu odeio inglês” ou até mesmo “tenho raiva de inglês”. Acredite isso é normal e eu vou explicar um dos motivos que isso acontece. Preparado? Vamos lá!

Deixa eu te contar uma história:

Imagine você chegando em um vilarejo novo. Isso mesmo, aconteceu a muito, muito tempo atrás… Nesse vilarejo as pessoas falavam idiomas diferentes da sua língua, mas você não se importa com isso! Chegou aqui para trabalhar e cuidar da sua família. De um jeito ou de outro a vida foi indo muito bem, muita coisa acontecendo, prosperidade chegando cada vez mais! Uma vida maravilhosa.

E por conta dessa prosperidade toda a vila também cresce, aparecem novas pessoas, vilarejo já se torna um bairro, depois uma cidade e assim por diante! Cada vez maior, chamando atenção. Até que um dia chega novas pessoas, falando diferente também, assim como você fez um dia. Essas pessoas começam a fazer negócio, a prosperar também e de repente você se depara que têm que mudar também! Conectar com essas novas pessoas para desenvolver ainda mais os seus negócios, vender seus produtos ou coisas do gênero. Você se sente “meio” que invadido.

Sim poxa! Já cheguei aqui, me estabilizei, cuido bem do meu povo, da minha família e agora essa turma do nada está querendo tomar o meu lugar. Não aceito isso!!!

Entretanto o “isso” não tem mais volta. Você vai ter que se adaptar a essa nova realidade do seu vilarejo.
Essa foi uma forma bem simples e rasa, de comentar um pouquinho sobre a nossa história, do Brasil. Note que é bem parecido com esse pequeno resumo, havia aqui uma população depois chegaram os primeiros imigrantes e talvez a tua família possa ter chegado aqui nesse momento. Aqui na região de São Paulo onde estamos localizados, há muitos descendentes de italianos “tutti bona genti”, mas com o passar dos anos, as relações comerciais e internacionais foram aumentando e a conexão com a língua inglesa foi crescendo e crescendo.

Com o passar do tempo o Inglês ficou obrigatório para comunicar, saber sobre mudanças, as informações correm em um ritmo muito intenso, etc. A internet é um bom exemplo!

A questão aqui é um pouco mais profunda. Um sentimento de “poxa vida” isso não é certo! Quero ficar com as pessoas que eu gosto, da maneira que eu vivo! Desmembrando temos caracterizado um certo apego ao estado vigente e medo do novo.

Quem não gosta de aprender ou ter contato com a língua inglesa, têm na grande maioria das vezes, este sentimento velado. Está tudo certo sentir-se assim, não tem problema. Entretanto para seguir a prosperar é necessário quebrar esta barreira!

Mas como faço para que isso aconteça? Primeiro passo já foi dado sem você saber, que é ter consciência um pouco mais da raiz do problema como aconteceu agora.

Quando temos consciência do problema fica muito mais fácil de arrumar. Imagine você na estrada e seu carro de repente começa a fazer um barulho estranho no motor. Você para no acostamento e chama um socorro, que levará o mesmo para uma oficina. Lá o mecânico fará um diagnóstico do que está errado para concertar, correto? Imagine se ele já vai falando que precisa trocar o câmbio e o motor sem sequer levantar o capô! No mínimo estranho. Fuja deste lugar!

Entendeu? O nosso papel aqui na Expertise Solution, além de dar aulas de Inglês de forma intensiva, é fazer com que nossos alunos e amigos despertem de um sistema de ensino que não enxergam os problemas, que não abrem o “capô” para entender o seu problema.

Espero que tenham gostado dessa dica, até breve!

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco agora!